Consequências do Álcool no Organismo

Data: 04/10/2017 Categoria: Saúde / Voltar

Consequências do Álcool no Organismo

Na prática, isso significa que ele bloqueia as funções desse sistema. As moléculas de etanol, presentes nas bebidas alcoólicas, são muito pequenas e por isso conseguem atravessar com facilidade uma barreira que protege o cérebro das substâncias tóxicas. Uma vez que elas atingem esse órgão, afetam o movimento, a memória, a respiração e a concentração do indivíduo.

O abuso do álcool é capaz de trazer consequências devastadoras para a vida de quem cai nessa armadilha. As principais perdas são a da saúde que por sua vez prejudica o organismo e todo o corpo.

A primeira consequência negativa atinge diretamente o cérebro da pessoa que bebe: o álcool funciona como um depressor do sistema nervoso central.

O efeito imediato do álcool é a sensação de prazer, semelhante àquela provocada pelo consumo de chocolate ou pela relação sexual. Isso é mais um agravante, porque consiste em um estímulo a mais para a pessoa exagerar na dose.

Consequências do Álcool no Organismo


Quando o consumo se torna muito frequente, a pessoa sente a necessidade de ingerir uma quantidade cada vez maior para sentir o mesmo efeito de prazer, intensificando esses efeitos adversos cerebrais. E quando o consumo é interrompido de maneira abrupta, passar 8 horas sem a bebida já é suficiente para que a pessoa tenha os primeiros sintomas da abstinência, como irritabilidade, fadiga, tremores e depressão.

 

Outra consequência gravíssima: o álcool aumenta as chances de desenvolvimento de câncer em todas as partes do corpo que entram em contato diretamente com ele, como a boca, laringe, faringe, esôfago, estômago, fígado. Por falar nisso, o fígado é o órgão que mais sofre com esse vício, podendo ter problemas como inflamação, hemorragia,

Hepatite e cirrose.


Quem consome álcool continuamente também tende a inflamar o pâncreas, destruindo seus tecidos e, por consequência, destruindo também as células do organismo que produzem o hormônio insulina. O resultado disso não poderia ser outro: desenvolvimento de diabetes.

 

O álcool torna mais difícil a absorção de vitamina B1, conhecida como tiamina. Isso provoca a chamada Síndrome de Korskoff, que tem como principais sintomas a paralisia de alguns músculos (o que dificulta movimentos simples, como o próprio ato de caminhar), distúrbios mentais e oftalmológicos.


Quantos problemas o abuso do álcool pode provocar? E perceba que nesse artigo abordamos apenas as consequências dele diretamente sobre a saúde. Existem muitas outras situações que ele causa, como por exemplo, acidentes de trânsito e episódios de violência. Por isso, o melhor é ficar longe dos excessos e do alcoolismo.

Prejudicar a própria situação financeira, deixando de pagar as contas ou de comprar itens de primeira necessidade para comprar bebidas alcoólicas. Em alguns casos, o alcoólatra pode até vender aquilo que tem em casa para conseguir dinheiro para beber, exatamente como acontece com drogas ilícitas.


A equipe da Clinica de Recuperação está a disposição para melhor orientar e atendemos todos dias nos telefones do site e também via Chat Online e WhatsApp. Não deixe de nos procurar !!!