Como Lidar com Pessoas Alcoólatras

Data: 17/08/2017 Categoria: Saúde / Voltar

Como Lidar com Pessoas Alcoólatras

Lidar com pessoas queridas vítimas do alcoolismo pode representar uma verdadeira corda bamba para andar.

Isso porque a convivência pode trazer variados sentimentos, tais como angústia, raiva e tristeza ao ver uma pessoa que tanto gostamos enfrentando a condição.

Mas afinal, como lidar com pessoas alcoólatras? A seguir neste artigo, confira algumas dicas para melhor conviver e colaborar com esse público.

1. Comece informando-se sobre ao alcoolismo

Muitos indivíduos têm uma ideia errada sobre o alcoolismo, associando-o apenas com a vontade (controlável) de tomar álcool.

O alcoólatra é um indivíduo que, em muitos casos, já acorda com vontade de ingerir substâncias alcoólicas. Ele não consegue ‘relaxar’ ou ‘se conter’ com duas taças de vinho ou um copo de chopp. Se beber pouco, ele sentirá os efeitos da abstinência: estresse, agressividade, ansiedade e até mesmo depressão.

Além disso, existem dois tipos de alcoolismo: o associado ao consumo contínuo do álcool e o associado ao consumo excessivo.

2. Saiba o momento certo de conversar

É normal que você queira fazer a sua parte. Mas a tentativa de convencer um alcoólatra que ele deve parar de beber em meio a uma bebedeira ou crise de abstinência com certeza não lhe levará muito longe.

Sendo assim, escolha a hora certa para conversar – preferencialmente quando o indivíduo estiver sóbrio, calmo e em um local que haja privacidade.

3. Faça-o sentir a importância da mudança de atitude

O alcoólatra deve querer tomar o primeiro passo em busca de tratamento. Para isso, na conversa, mostre a ele quantas situações negativas ele já enfrentou por conta do álcool (como brigas, por exemplo).

4. Jamais estimule o consumo de álcool

Mesmo quando quiser agradá-lo. Se você mora com o alcoólatra, recomendamos ainda que alguns hábitos, como ter bebidas em casa ou ir a bares para comemorar aniversários/outras ocasiões, sejam evitados ao máximo.

5. Apoie o indivíduo

Mas nunca o seu vício. Entenda que ele chegou a essa condição sem querer e que no fundo também quer se livrar dela.

Sendo assim, faça com que a pessoa se sinta bem, tranquila e ‘em casa’. Se ela se sentir culpada, desequilibrada ou insalubre, suas chances de querer melhorar diminuem.

Mas por outro lado, mostre que o vício não é bem visto – e que é exatamente por querer o bem da pessoa que você está disposto a ajudá-la com o tratamento.

6. Não encubra possíveis atitudes errôneas

Se o alcoólatra está saindo para beber com o carro, é óbvio que você se preocupará, querendo buscá-lo sempre. Porém, se você continuar encobrindo suas atitudes errôneas, livrando-o da consequência de seus atos, isso pode acabar estimulando ainda mais a dependência alcoólica.

7. Procure ajuda profissional

Procurar ajuda profissional, seja para orientação, consultas ou até mesmo para internação em casos mais graves, também é indispensável.

Neste caso, não hesite em contar com a ajuda da Clínica de Internação.

A clínica trabalha com uma equipe completa e altamente qualificada para lhe ajudar a lidar com pessoas alcoólatras.

Por isso, diante dessas dicas, não deixe de ajudar a salvar a vida de alguém que você ama!